A-player A-Player 73%

Matheus Cupertino é um perfil do tipo "A-Player".

Os perfis "A-player" têm adaptabilidade extraordinária, aprendem rapidamente e são resolutamente orientados para a ação. Eles tendem a ter sucesso e a avançar facilmente, independentemente do ambiente em que eles provavelmente evoluirão.

Saiba mais

Matheus Cupertino

Analista de Proposta de Valor

  • Graduado

Competências técnicas

Muito criativo, competente e responsável.

Áreas de interesse

Sucesso profissional através do conhecimento.

Resumo

Personalidade
Como ele age
Motivações
O que ele quer fazer
Raciocínio
O que ele faz

Talent

Apresentação

Movido por desafios e competitividade, conquisto meus objetivos sempre com muita criatividade, adaptabilidade e foco. Uma espécie de carta coringa. Não existe trabalho que não possa ser feito com excelência, busco sempre algo relevante que ninguém quer fazer, se de fato acredito no impacto positivo dessa atividade. Junto à isso, busco sempre orientação de todos (não somente os superiores), pois acredito que podemos aprender um pouco com cada pessoa e nos tornarmos profissionais ainda mais capacitados


Shape

Estilo comportamental

Shape Shape + Drive
Aspecto altamente motivador que o fará se sentir realizado
Influenciar
Influenciar

Definição

Desenvolve relacionamentos / Toma a liderança / Une e mobiliza

Os comportamentos na categoria "influenciar" estão vinculados a oferecer orientação, como o desenvolvimento de uma rede profissional, gerenciamento de equipes, tomada de decisões e motivação para transmitir ideias. Esses comportamentos fornecem informações sobre a capacidade natural de uma pessoa de mobilizar outras pessoas e a maneira como elas estabelecem relacionamentos.

Desenvolve relacionamentos
Toma a liderança
Une e mobiliza
Cooperar
Cooperar

Definição

Comunica-se com diplomacia / Oferece suporte / Trabalha de forma colaborativa

Os comportamentos na categoria "cooperar" estão ligados à facilitação do trabalho coletivo, como a mediação das interações entre as pessoas, a resolução de conflitos, o uso dos recursos da equipe e o fornecimento de suporte a outras pessoas. Esses comportamentos fornecem informações sobre a capacidade natural de uma pessoa de crescer dentro de um grupo.

Comunica-se com diplomacia
Oferece suporte
Trabalha de forma colaborativa
Pensar
Pensar

Definição

Antecipa desafios / Desenvolve uma visão / Inova

Os comportamentos na categoria "pensar" estão vinculados à concepção de projetos, como a criação de estratégias, identificação dos riscos do projeto, avaliação de tarefas e atividades e contribuição com novas ideias. Esses comportamentos fornecem informações sobre a capacidade natural de uma pessoa de processar conceitos abstratos no lugar de conceitos práticos.

Antecipa desafios
Desenvolve uma visão
Inova
Agir
Agir

Definição

Toma iniciativas / Planeja e organiza / Verifica e melhora

Os comportamentos da categoria "agir" estão vinculados à obtenção de resultados, como o lançamento de projetos, implementação de planos de ação, monitoramento de resultados ou controle da qualidade da produção. Esses comportamentos fornecem informações sobre a capacidade natural de uma pessoa de compreender conceitos práticos, em vez de conceitos abstratos.

Toma iniciativas
Planeja e organiza
Verifica e melhora
Sentir
Sentir

Definição

Espalha entusiasmo / Reage rapidamente / Lida com o estresse

Os comportamentos na categoria "sentir" estão ligados ao controle das emoções, como controlar o estresse, investir sua energia e irradiar uma vibração positiva. Esses comportamentos fornecem informações sobre a capacidade natural de uma pessoa de expressar e canalizar suas emoções em diferentes contextos.

Espalha entusiasmo
Reage rapidamente
Lida com o estresse
Potencial de desenvolvimento
Altamente desenvolvido:
Superior a 80% das pessoas
Bem desenvolvido:
Superior a 60% das pessoas
Desenvolvido moderadamente:
Superior a 40% das pessoas
Ligeiramente desenvolvido:
Inferior a 60% das pessoas
Pouco desenvolvido:
Inferior a 80% das pessoas

Estilo pessoal: Iniciador

Raramente lhe faltam ideias, Matheus Cupertino toma facilmente a iniciativa. Ele gosta de fazer mudanças em seu trabalho e precisa ser muito estimulado para não ficar entediado. Ele faz o necessário a fim de que suas propostas convenham às pessoas com quem colabora. Na verdade, ele sabe ouvir e favoriza o coletivo quando as decisões devem ser tomadas. É ao mesmo tempo capaz de progredir e de se desafiar com base no feedback que recebe. Ele sabe também reforçar os contatos nas equipes.

Pontos fortes

Gestão de relações
  • Ele não se dispersa nas relações, mantém um comedimento.
  • Ele demonstra espontaneidade no seu discurso, se mostra franco.
  • Ele envolve os outros nas decisões, trabalha em equipe.
Gestão do trabalho
    Ele é força de proposição, facilmente produz novas ideias.
    Ele se adapta facilmente às mudanças, as considera positivas.
    Ele tem senso de excelência, não se contenta com o mínimo.
Gestão das emoções
    Ele expressa seus sentimentos, facilmente se comunica com os outros.
    É ágil, tem uma forte energia e senso de urgência.
    Ele confere confiabilidade às suas tomadas de decisão, assegurando as suas consequências.

Atributos

#Observador #direto (a) #sincero (a) #aberta #Crítico #participativa #concreto #criativo #mudança #improvisa #tenaz #iniciativa #reativo #expressivo #segurança

Áreas nas quais melhorar

    Deveria se concentrar na obtenção de resultados com os métodos atuais, em vez de sistematicamente procurar mudar tudo.
    Ele ganharia ao ser, às vezes, mais pró-ativo nas suas relações, inclusive provocando trocas com o seu círculo.
    Poderia dar mais atenção à forma como ele se dirige aos outros, para ter certeza de como as suas mensagens serão percebidas.

Drive

O que o motiva mais...

Analisar dados
Ter um impacto positivo no mundo
Criar novas coisas

O que menos o motiva...

Se preocupar com a qualidade
Trabalhar em uma atmosfera divertida
Ter autonomia

Como ele administra a própria energia

Matheus Cupertino tem uma energia predominantemente orientada para a ação. Suas fontes de motivação lhe colocam em movimento e o faz correr riscos. Precisa ser estimulado para manter sua participação em uma atividade ou posição. Para ele, a estabilidade é sinónimo de tédio e cansaço. É interessante propor novos desafios regularmente.

As atividades que ele privilegia

CONCEBER
Refletir

Conceber é parte das atividades que mais lhe interessam Matheus Cupertino. Realmente aprecia ser capaz de contribuir com suas ideias e pensar em coisas que não existem ainda. No entanto, ele evita fazer isso em contexto muito vago, sem referências claras.

PROPELIR
Agir

Matheus Cupertino remove uma grande quantidade de energia do seu envolvimento em atividades onde ele deve impulsionar a transição para a ação. Ele tem um destacado senso de sucesso que o leva a implantar um forte impulso de trabalho. Ele particularmente gosta de ser um dos motores do trabalho.

AVALIAR
Refletir

Avaliar é uma atividade em que Matheus Cupertino pode investir, porque se destina a controlar todos os tópicos que opera. Ele gosta de levar a sua visão de trabalho e desafiar as opiniões dos outros. No entanto, ele gosta menos de exercer uma atividade que o isole dos outros, como pode ser o caso para ele.

O ambiente de trabalho mais adequado para ele

#estudioso #respeito #profissional #processo #calmo #método #concentração #ordem #sério

Seu estilo de gestão

COACH
Tente isto
DIRETIVO
Faça o que eu digo a você

O que isso implica

Matheus Cupertino é um gerente que desafia suas equipes diariamente. Ele se esforça para estimular seus colaboradores, particularmente através de objetivos ambiciosos. O líder perfeito para ele é aquele que dá desafios considerando a capacidade de cada um e que os faz evoluir. Ele tem uma abordagem de gerenciamento individual, focada nos resultados.

A gerência que ele gostaria de ter

COMPREENSIVO
Os colaboradores em primeiro lugar
VISIONÁRIO
Venha comigo

Seu gerenciamento ideal

Matheus Cupertino espera que um chefe traga uma visão e seja bom ouvinte. Ele precisa saber que o chefe está disponível quando necessário. Um líder deve - segundo ele – se interessar primeiro em todos que ele gerencia antes de se concentrar nos resultados a ganhar. Ele também deve ser um guia, um ponto de referência para a construção do futuro.

A cultura na qual ele se desenvolve plenamente

Flexibilidade Controle Relações Resultados Colaboração Inovação Organização Competição
Ideal
Compatível

Sua cultura ideal

Matheus Cupertino se desenvolve em uma cultura voltada para o resultado. Precisa de um quadro centrado em torno dos objetivos, e que valorize as realizações individuais. Aceita muito facilmente ter regras claras a serem seguidas e disciplina, mas também aprecia que as iniciativas sejam testadas para o avanço dos métodos de trabalho. Estar em uma cultura competitiva é algo desafiador para ele, porque sabe o que é esperado dele como será julgado. Ama de fato que todo mundo esteja empenhado na realização dos objetivos. Se isso não acontecer, não vê o porquê de fazer esforços e se investir pessoalmente.


brain

Sua maneira de pensar

Tarefas de preferência Complexas

Capacidade de entender assuntos novos e estratégicos.

Tomada de decisão Racional

Tendência a gastar um pouco mais de tempo para validar plenamente as suas decisões.

Estilo de aprendizagem Aprofundar

Capacidade de avançar colocando em prática noções comprovadas.

Como ele adquire novas habilidades e internaliza conceitos

Brilhante intelectualmente, Matheus Cupertino tende a capturar facilmente conceitos que eram estranhos para ele inicialmente. Ele é capaz de compreender temas novos ou complexos sem ter de vê-los na prática. Pode, portanto, desenvolver suas habilidades através da leitura e aprender sobre uma variedade de tópicos. Ele precisa ser intelectualmente desafiado por sua atividade, caso contrário ele pode se cansar rapidamente.

Cauteloso em sua abordagem, Matheus Cupertino prefere confiar em técnicas comprovadas. Ele tende, então, a observar e absorver conhecimentos que foram comprovados e nos quais ele tem total confiança. Neste sentido, é mais fácil para ele aprender a partir de informações que lhes foram fornecidas.