Carlos Eduardo Coelho

Diretor geral

  • Graduado

Resumo

Personalidade
Como ele se comporta
Motivações
O que ele quer fazer
Raciocínio
O que ele pode fazer

Shape

Seus comportamentos privilegiados

Sentir
Sentir
Demonstrar dinamismo
Canalizar sua energia
Administrar o estresse
Refletir
Refletir
Analisar criticamente
Elaborar estratégias
Inovar
Agir
Agir
Planejar e executar
Gerenciar os imprevistos
Demonstrar proatividade
Influenciar
Influenciar
Desenvolver relacionamentos
Conduzir
Congregar
Cooperar
Cooperar
Comunica com tato
Se questionar
Apoiar os outros
Potencial
Caracterizante
Apurado
Mobilizável
A ser desenvolvido

Seu estilo pessoal

Carlos Eduardo Coelho aparece como alguém determinado e voluntário. Proativo, ele está sempre à procura de propostas e ações para fazer avançar o seu trabalho. Ele lida com a sua atividade de uma forma flexível e facilmente gerencia mudanças e contingências. Ele apresenta suas ideias de forma envolvente e deixa pouco espaço a dúvida ao seu interlocutor: queremos segui-lo. Ele tem uma liderança e vontade de progresso contínuo que lhe tornam uma incrível força motriz em uma equipe.

Seus pontos fortes

Em sua relação com os outros
  • Ele se afirma nas suas relações com facilidade, direciona.
  • Ele demonstra espontaneidade no seu discurso, se mostra franco.
  • Ele considera positivamente a crítica, tolera diferentes opiniões.
Em sua forma de trabalhar
    Tem facilidade para lidar com vários projetos simultaneamente.
    Ele vai direto ao ponto, tem um espírito de síntese e trabalha rápido.
    Ele tem senso de excelência, não se contenta com o mínimo.
Na gestão de emoções
    Ele expressa seus sentimentos, facilmente se comunica com os outros.
    Ele "tenta as coisas", aceita correr riscos.
    É ágil, tem uma forte energia e senso de urgência.

Marcadores de Talentos

#liderança #agradável #direto (a) #desapegado #tolerante #participativa #polivalente #concreto #convencional #mudança #improvisa #sintético (a) #tenaz #iniciativa #reativo #expressivo #risco

Como ele poderia ser mais eficaz

    Ele poderia deixar mais espaço para os outros, evitar intervir em todas as decisões.
    Deveria procurar finalizar os projetos em que se comprometeu antes de passar para outros tópicos.
    Ele poderia canalizar ainda mais a sua energia e entusiasmo, especialmente quando o seu círculo busca se concentrar.

Drive

O que o motiva ...

Ser influente
Ter autonomia
Ajudar os outros

E o que o motiva menos

Ter funções claramente definidas
Ter um impacto positivo no mundo
Se superar no dia-a-dia

A maneira como ele administra a sua energia

A energia de Carlos Eduardo Coelho é compartilhada entre dinamismo e estabilidade. Parte de sua motivação leva à ação e à busca de estimulação. Mas ele também precisa de alguma estabilidade e pontos de referência para se sentir bem em um ambiente profissional. É importante para ele encontrar esse equilíbrio para investir plenamente em um cargo.

As atividades que ele privilegia

AVALIAR
Refletir

Esta atividade pode atender bastante Carlos Eduardo Coelho na medida em que envolve um olhar imparcial e toma uma posição forte sobre um assunto. Ele ama desafiar a opinião dos outros e levar o seu olhar sobre um assunto. Ele aprecia a oportunidade de demonstrar independência em seus julgamentos.

APOIAR
Interagir

Prestar apoio aos outros é uma atividade em que Carlos Eduardo Coelho tem grande satisfação e interesse. Ele particularmente gosta de ajudar os outros e estar lá para eles. É importante para ele criar laços com aqueles que o rodeiam.

CONCEBER
Refletir

Se Carlos Eduardo Coelho está interessado em criar coisas novas, isso é feito em um quadro e um objetivo específico. Na verdade, às vezes, aprecia ser capaz de desfrutar de uma certa liberdade no seu trabalho e propor novas ideias, mas esta é uma fonte secundária de motivação para ele.

O ambiente que ele procura

#estudioso #respeito #profissional #processo #calmo #método #concentração #ordem #sério

O estilo de gestão que ele adota

DIRETIVO
Faça o que eu digo a você
VENCEDOR
Observe-me e faça como eu

O que isso implica

Carlos Eduardo Coelho é um gerente que desafia e dá diretrizes claras. É motivado pelo senso de resultado e tem expectativas altas. Ele está interessado principalmente no resultado. Embora saiba que o caminho para alcançá-lo é difícil e desafiador, essa é a mentalidade que ele está empenhado a incutir em suas equipes.

A gerência que ele está procurando

PARTICIPATIVO
E você, o que você acha ?
TREINADOR
Tente isto

Como gerenciá-lo ?

Carlos Eduardo Coelho espera que um chefe que anime o coletivo e que se certifique de dar espaço a todos. Ele precisa de alguém ouvinte, que possa entender suas ideias. Ele gosta que um líder seja capaz de definir planos de desenvolvimento individual, mas com o trabalho diário sendo feito em grupo. Ele atribui grande importância à inteligência coletiva.

A cultura na qual ele se desenvolve plenamente

Flexibilidade Controle Relações Resultados Colaboração Inovação Organização Competição
Cultura priorizada
Cultura secundária

Em que ambiente ele evolui?

Carlos Eduardo Coelho é capaz de prosperar em culturas muito diferentes. Não há um modo específico de operação que lhe convém absolutamente. Encontra vantagens e desvantagens em cada ambiente de trabalho. Não é a cultura corporativa que vai determinar o seu investimento, mas sim a capacidade de um cargo trazer que ele está buscando através do trabalho. Se ele encontrar suas principais motivações, então não importa o contexto em que ele opera, é capaz de se adaptar e se encontrar.


brain

A maneira como ele pensa

Tarefas privilegiadas Simples

Capacidade de intervir em tarefas conhecidas, já vivenciadas.

Tomada de decisão Prudente

Ele leva tempo para fazer o uso máximo de seus recursos.

Estilo de Aprendizagem Aplicar

Obtém seu conhecimento das instruções e conselhos que lhe são dados.

Os problemas que ele consegue resolver

Para aprender novos conhecimentos, Carlos Eduardo Coelho precisa experimentá-los concretamente. Ele desenvolve suas habilidades à medida que suas experiências concretas se acumulam. Os aspectos teóricos ou demasiadamente abstratos são, para ele, frequentemente estranhos, e não permitem que ele cresça. Ele tem, de fato, mais dificuldades a transpor no âmbito do trabalho. É pela prática e pela repetição que ele adquire novos conhecimentos.

Cauteloso em sua abordagem, Carlos Eduardo Coelho prefere confiar em técnicas comprovadas. Ele tende, então, a observar e absorver conhecimentos que foram comprovados e nos quais ele tem total confiança. Neste sentido, é mais fácil para ele aprender a partir de informações que lhes foram fornecidas.